© Por Ricardo Alves - Nutricionista Esportivo

  • YouTube - White Circle
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Padre Chico, 221 Cj.218 - Perdizes - CEP: 05008-010 São Paulo - SP

Cel: 11-98317-9010

Minha visão sobre Low Carb Healthy Fat (LCHF)

Minha transição total para uma dieta palio se deu em novembro de 2012 (eu estava com 37 anos). Ainda procurava comer de 3 em 3 horas mas não comia mais "alimentos industrializados" como pães, torradas, biscoitos, macarrão, massas, doces (apenas bem de vez em quando), refrigerantes, sucos de frutas natural ou de caixinha. Quando ingeria carboidratos era sempre raízes (batata doce, inhame, cará, mandioca ou macaxeira) e algumas poucas frutas (melão, abacate, uva, caqui, maçã). Eu sempre preferi ingerir comida de verdade. Nada de ficar fazendo lanchinho com biscoito integral, barrinhas de cereais, tapioca ou alguma outro "alimento" industrializado ou feitos com farinhas. Meus lanches eram com comida de verdade (frango e legumes refogados na manteiga ou azeite, carnes legumes e castanhas).

Comendo a cada 3 horas (sempre com comida de verdade) tive muitos benefícios no emagrecimento (baixei o percentual de gordura) e na saúde como um todo, mas me incomodava muito essa estratégia de comer a cada 3 horas e ter que levar comida pra todo lugar que eu ia. Era um nível de planejamento que qualquer um fica estressado. Mas a minha maior frustração era ver a maioria dos meus clientes sem sucesso com essa estratégia CHATÍSSIMA, mesmo comendo carboidratos saudáveis (raízes e frutas). Porque simplesmente é difícil manter um estilo de vida que tenha que comer a cada 3 horas.

Aos 40 anos de idade voltei aos estudos (artigos científicos, blogs com referência bibliográficas e livros) e comecei a ler sobre uma dieta com maior ingestão de gorduras e diminuição de carboidratos (LCHF). Passei a testar em mim e vi logo na primeira semana como era fácil e gostoso seguir essa proposta. Instantaneamente vi sumir a minha fome eterna. Antigamente (ainda comendo a cada 3 horas) quando não conseguir comer eu ficava desconcentrado, nervoso e irritado. Mas com a esse estilo de vida com mais gorduras eu passei a comer duas ou no máximo três vezes ao dia. Hoje estou com 42 anos e me sinto muito bem. Não estou dizendo que low carb é a melhor dieta de todas e que todas as outras não prestam. Mas ela (LCHF) é simples de seguir e muito fácil para quem quer emagrecer e se manter magro. Para quem tem doenças relacionadas a má alimentação como obesidade, resistência a insulina (insulina cronicamente elevada), diabetes tipo 2 (diabetes tipo 1 também se beneficia com ela), esteatose hepática (gordura no fígado), triglicérides elevado, HDL colesterol baixo (menos de 40 mg/dL), gota (ácido úrico elevado), hipertensão arterial, etc, ela é simplesmente a melhor estratégia para recuperar a saúde.

Segue abaixo algumas vantagens.

 

  • Você passa menos tempo na cozinha (pelo menos para quem cozinha como eu);

  • Gasta menos dinheiro com comida;

  • Não precisa mais ficar levando a comida pra todo lugar que vá;

  • Não precisa mais comer antes de treinar (antes eu precisava comer de 60 a 90 minutos antes do treino);

  • Não sinto mais em nenhum momento do dia aquela fome quase incontrolável;

  • Meus exames sanguíneos estão ótimos: Maior quantidade de HDL colesterol, triglicerídeos baixos (mas antes também eram), testosterona (total, livre e a biodisponível) mais elevadas, maior sensibilidade a insulina e todos os outros parâmetros dentro da normalidade;

  • Mas o mais importante, uma sensação de bem estar geral;